Imagem capa - O Primeiro Ensaio Sensual por gilson lorenti
Ensaio Fotográfico Sensual

O Primeiro Ensaio Sensual


Uma coisa que aprendi em mais de 10 anos realizando ensaios fotográficos sensuais com o público feminino (e alguns com o público masculino) é que toda mulher tem, ou teve, o sonho de um dia fazer esse tipo de fotografia. É uma coisa que está além de questões filosóficas ou políticas, é apenas um desejo. Uma vontade de sentir a experiência, de explorar o corpo e de se sentir bem, sentir seu lado feminino, se sentir sensual. É um desejo que nunca deve ser repreendido e sim incentivado. Além de colocar a vontade em prática, uma coisa é unanime. O ensaio fotográfico também é uma fonte de enriquecimento da autoestima e também um motor de descobrimento do próprio corpo.



A sociedade e a mídia colocam na cabeça da mulher que existe um lugar para ela e que os padrões de beleza são determinados e devem ser seguidos. Pura balela, pois o lugar da mulher é onde ela quiser estar e não existe padrão de beleza ou idade na fotografia sensual. Mulheres magras, gordas, baixas, altas, loiras, ruivas, brancas, negras, ou seja, qualquer biótipo e etnia podem fotografar e se descobrir. Ao longo de minha carreira eu encontrei os mais diferentes tipo e padrões de beleza e todas essas mulheres saíram do ensaio se amando mais e adorando a experiência. É muito difícil encontrar uma vertente da fotografia onde o cliente saia em 100% dos casos extremamente feliz, e isso acontece comigo na fotografia sensual.


Mas, você que está lendo essas palavras e está querendo fazer o seu primeiro ensaio fotográfico sensual, o que é preciso saber? A primeira coisa é procurar um profissional de respeito, com experiência, seriedade e com clientes satisfeitas. Um fotógrafo iniciante pode ser uma boa pedida? Sim, pois ele está começando, vai cobrar um valor mais em conta e apresentar um trabalho no mesmo nível, mas é sempre bom ter certeza da idoneidade do fotógrafo. A indicação é sempre o melhor caminho.



No meu caso, depois que o primeiro contato é feito e o orçamento enviado, a segunda fase é a reunião de planejamento. Eu sempre pergunto o motivo da pessoa querer fazer o ensaio. É uma forma de direcionar o ensaio. Se for presente para alguém ou se for para uma simples satisfação da autoestima, o direcionamento do ensaio é diferente. Nessa reunião vamos decidir o local das fotos, decidir a temática e o tipo de produção. É importante esse contato prévio, para tudo ficar bem acertado e no dia nos concentrarmos nas fotos.



E chega o dia do ensaio. A primeira vez é sempre mais intenso. Tem toda a insegurança do ser humano de se vai ficar tudo legal, e como vai ser se expor para um fotógrafo. Normalmente temos três pessoas no estúdio fora a modelo. Temos o fotógrafo, a assistente do fotógrafo e sempre peço para a modelo levar uma acompanhante (amiga ou parente). O que vale aqui é a sensibilidade do fotógrafo para lidar com esse momento tão importante. Tenho por praxe pedir para a modelo 5 ou 6 trocas de roupa. O ensaio corre normalmente e as roupas vão fluindo em uma sequência estabelecida no começo do ensaio. Tudo aqui é planejado para que o importante seja a experiência como um todo e não somente visar o resultado final, que são as fotos impressas e finalizadas.



O bacana é o efeito geral. A modelo tende a ter a autoestima melhorada, o ego alimentado, e passa a se conhecer bem melhor. Nota que ela é bonita e não está presa à estereótipos. A frase que mais gosto de ouvir é quando a modelo diz: nossa, você me deixou bonita. E eu sempre respondo, não deixei não, você é bonita.




Todas as fotos desse texto são de modelos que fizeram os seus ensaios sensuais comigo, e todas dos primeiros ensaios.


Se você quer se amar mais e tem o sonho de passar por essa experiência, então não se prive. Não tenha medo da sociedade, até porquê ninguém precisa saber. Essa é uma experiência só sua.


Entre em contato e solicite um orçamento sem compromisso.