Imagem capa - Novidades no Lightroom Classic 10.0 por gilson lorenti
Fotografia

Novidades no Lightroom Classic 10.0

Novidade para quem utiliza o Lightroom Classic como editor de imagem. Embora a empresa esteja falando disso já há algum tempo, a Adobe libera hoje a versão 10.1 de seu software e nos presenteia com algumas atualizações e novidades. Desde que o programa foi lançado, ele é minha principal ferramenta de edição, deixando o Photoshop apenas para ajustes muito específicos e montagens. Conheço muita gente que também entrou nesse mesmo fluxo de trabalho, principalmente por conta da agilidade e ganho de tempo com o software.


A primeira coisa que temos que falar é que a Adobe promete um ganho de desempenho com a nova versão do programa. Quem trabalha com o Lightroom sabe que ele é um programa muito pesado e consumidor voraz de memória RAM. Mesmo com uma boa placa de vídeo, o programa necessita de pelo menos 8 GB de memória RAM para não gerar uma experiência de uso irritante. Em toda atualização a Adobe bate na tecla da melhoria do desempenho, mas nem sempre sentimos isso. A empresa afirma que a aplicação de ajustes localizados com o pincel ou aplicação de gradientes está muito mais rápido e fluido. No módulo biblioteca também há uma melhoria na velocidade ao pular de foto em foto e entre as pastas. Infelizmente minha versão não atualizou ainda e não posso falar sobre isso, mas seria uma grande vantagem para os usuários.


Entre as novidade, existem 3 ferramentas bem interessantes. O primeiro deles é o Color Grading que promete um controle fino da saturação não só em todos os níveis da foto, mas também em separado nas regiões de sombra, meio tons e realces. Muitos afirmam que é muito parecida com a ferramenta encontrada no Adober Premiere. O Color Grading vai substituir a Tonalização Dividida (Split Toning) no painel de revelação. A segunda mudança é chamada de Tethered Live View e, infelizmente, vai funcionar apenas com algumas câmeras da Canon. O Lightroom será capaz de mostrar em uma janela independente a visualização Live View da câmera. Através dessa janela será possível controlar as configurações da câmera, o seu foco automático e disparo do equipamento. As câmeras Canon compatíveis são EOS 5D Mark III, Canon EOS 5D Mark IV, Canon EOS 6D, Canon EOS 5D Mark II, Canon EOS 7D, Canon EOS 80D e Canon EOS 5DS. E, por fim, temos novas ferramentas de zoom nas fotos. O Zoom Scrubby funciona arrastando o mouse para esquerda ou direita com a teclas shift apertada. Assim você pode controlar o zoom de forma fluída, mas está disponível apenas no módulo de revelação quando a aceleração de GPU estiver ativada. E temos o Zoom Box, que permite dar zoom em uma parte da foto desenhando com o mouse um quadrado na imagem com a tecla Ctrl apertada (botão Command no Mac). O Zoom Box está disponível tanto no módulo de biblioteca quanto no de revelação.




Finalizando o pacote, novas câmeras e lentes foram adicionadas ao banco de dados do Lightroom, incluindo as novas Fujifilm X-S10, a Panasonic Lumix S5, a Sony a7S III e a7C. O lançamento aconteceu hoje, no dia 20 de outubro, e logo você deve receber uma mensagem de atualização em seu programa. Lembrando que isso só vai acontecer para quem tem a versão licenciada pela Adobe. A empresa vende o pacote de fotografia no Brasil com direito ao Lightroom, Lightroom Classic e Photoshop pelo valor de R$ 43,00 mensais.